domingo, 23 de outubro de 2016

Conhecê-la

Conhecê-la pra mim, foi à melhor,
Coisa que, poderia acontecer.
E o meu peito terá que ser maior
Pra no meu coração ela caber,
Regozija minh’alma de prazer
Porque nela encontrei afinidade
Não porque achei ela uma beldade
Mesmo sendo por fora tão bonita,
A beleza da alma é infinita
Lhe causando a maior disparidade.
A beleza de fora é instigante
Suscitando olhares onde passa
Fiquei preso ao um olhar tão elegante
Provocando o meu ego sem pirraça
Manequim sem ter grife, nem vidraça,
Que exponha a beleza do seu ser
Quem me ver ao seu lado logo ver
Que eu ficando um minuto do seu lado
Findarei cometendo algum pecado
Que é difícil demais de se conter.
 . 
Só de ouvir o seu nome sinto a calma
Relaxar toda minha natureza
Porque ela é remédio para o trauma
De minh’alma sem força e indefesa
Se um dia por indelicadeza
Perder o grande amor tenha cautela
Não precisa chorar pela mazela,
Que eu arrisco perder nossa amizade
Pra mostrar como um homem de verdade
Deve amar uma dama como ela.


Rafael Neto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário