quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Belas Estrofes...

Quer fazer este mundo mais tristonho,
Tire o charme romântico das flores;
Quer banir a beleza, apague as cores,
Quer matar um poeta, mate o sonho!
Entretanto, se quer Jesus risonho,
Faça um gesto de amor, abrace a vida;
Veja o mundo na tela colorida
Da visão inspirada de um profeta,
E não toque no sonho de um poeta,
Que o poeta sem sonho se liquida.

José Lucas de Barros.




No dia em que eu morrer,
Deixo a mulher sem conforto,
Roupas e malas guardadas,
O chapéu num torno torto
E a viola com saudades
Dos dedos do dono morto.

Louro Branco



A morte é uma pantera
Que a todo mundo apavora
Mata aqui mata acolá
Sai matando mundo a fora,
Mas isso tudo porque
Não sabe a dor de quem chora.

Antonio Marinho



Eu sou lá do Rio Grande
Nasci no tempo da fome
O meu pai era tão pobre
Que só possuía o nome
E é porque nome de gente
É coisa que não se come.

João Paulino de Medeiros.


Não sei quem é o autor
Desta sentença de peso:
O beijo é fósforo aceso
Na palha seca do amor.

Bastos Tigre.


Andei procurando um besta,
Que fosse um besta capaz,
De tanto procurar besta,
Encontrei este rapaz,
Que não serve pra ser besta,
Porque é besta demais.

Moisés Sesiom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário