sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Sabe aquelas cartas ? rasgar não consigo;
Sabe aquele sonho ? eu pus num caderno;
Sabe aquele amor ? botei no inferno;
Porque mulher falsa não quero comigo;
Paguei meus pecados com o seu castigo;
Mas agora eu sei a pessoa que és;
Qualquer dia eu vou pegar os papéis;
Que tu entregastes me fingindo amor;
Eu vou amassá-los com ódio e rancor
E depois eu vou, jogar nos seus pés.

Nenhum comentário:

Postar um comentário