quarta-feira, 20 de julho de 2016

MULHER DEVASSA
.
Seus gestos encantam as vistas de um tolo
Com falsos carinhos, lhe abraça e lhe beija,
Vive na lascívia buscando consolo
E se entrega ao deleite que o corpo deseja
.
MUNDANA que pousa de dama bacana
Que o beijo é doce e a alma amargosa
Que vive uma vida suja e LEVIANA
E enquanto novinha se julga gostosa.
.
Seus gestos imundos não trazem ciúme
Pode até teu corpo esbanjar perfume
De aroma fino por ser importado.
.
E depois dos prazeres que o seu corpo cede
Num mar de volúpias sua alma fede
A toda imundícia que há no pecado.

RAFAEL NETO

Nenhum comentário:

Postar um comentário